Alinhamento

Alinhamento O alinhamento é, como o próprio nome diz, responsável por manter o carro “na linha” – sem que “puxe” para um lado, desde que transitando em piso regular.

O alinhamento é especificado pelo fabricante do veículo a fim de oferecer maior eficiência de rolamento, melhor dirigibilidade e otimização do grau de esterçamento. Qualquer alteração que ocorra nas especificações de alinhamento, ocasionada por impacto, trepidação, compressão lateral e desgaste dos componentes da suspensão poderá comprometer o bom comportamento do veículo. Ou, ainda, provocar desgaste irregular e prematuro da banda de rodagem.

São quatro os itens envolvidos no alinhamento: convergência, divergência, cáster câmber. Todos eles devem ser observados no alinhamento, que será feito:

1 – a cada troca de pneus;

2 – quando os pneus apresentarem desgaste excessivo na área do ombro;

3 – quando os pneus apresentarem desgaste em forma de escamas na banda de rodagem;

4 – se um pneu tiver maior desgaste do que o outro;

5 – trepidação das rodas dianteiras;

6 – vibração do carro;

7 – volante duro;

8 – carro tende para os lados quando o motorista solta o volante;

9 – carro desvia e puxa para o lado quando os freios são acionados;

10 – a cada 10 mil km (rodízio ou balanceamento);

Fonte: Goodyear

Comentários estão fechados